DATAPREV: Servidores federais da Dataprev na PB deflagram greve contra risco de fechamento e demissões

Imagem do Notícia

A Dataprev é responsável por processar R$ 50 bilhões de benefícios do INSS, ao mês, e R$ 555 bilhões, por ano, representando 8% do Produto Interno Bruto do país. (Foto: Arquivo)

A Dataprev é responsável por processar R$ 50 bilhões de benefícios do INSS, ao mês, e R$ 555 bilhões, por ano, representando 8% do Produto Interno Bruto do país. 98% da sua receita são oriundos do processamento da folha do INSS, pagos pelo governo federal para a empresa fazer esse serviço pela gestão das folhas de aposentadorias e pensões.

"Um programa de desligamento voluntário foi imposto aos servidores, quem não aderir será demitido. É uma programa para fechar as 20 unidades da empresa em diversos estados. Na Paraíba, não haverá pelo menos agora esse fechamento, mas já sabemos que existe a possibilidade sim de desmonte e privatização. Estamos em solidariedade com toda a corrente que se fortalece em todo o país contra esse ataque sem precedentes que impactará ainda mais a vida da população", explicou. 

"Estaremos retrocedendo décadas, quando filas gigantescas eram enfrentadas por quem precisava receber seus direitos previdenciários além de outros. Todo esse colapso que estamos enfrentando é motivado pelo despreparo desse atual governo que aprovou uma reforma da previdência, antes mesmo de preparar as máquinas."

No último dia oito de janeiro, a direção da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev) anunciou a demissão de 493 (15%), dos seus 3.360 trabalhadores e trabalhadoras e o encerramento das suas atividades em 20 estados.



 

Compartilhe esta Notícia